Alemanha ainda lidera

O setor eólico britânico instalou 1.7 gigawatt (GW) de nova capacidade de energia no ano passado, perdendo apenas para a Alemanha, que liderou com impressionantes 5.2GW.

Novos dados da Associação Europeia de Energia Eólica, divulgados hoje, revelam que quase 11.8GW foram acrescentados à grade elétrica, o que representa 43.7% da nova geração.

Em comparação, foram apenas 3.3GW de carvão e 2.3GW de gás, assegurando a posição da energia eólica como a nova fonte que mais cresce no bloco europeu. Há, no entanto, um enorme fosso entre as duas nações líderes e outros países europeus que não instalaram uma só turbina, como Eslováquia e Malta, Luxemburgo e Chipre.

Segundo Thomas Becker, diretor executivo da associação, os números sugerem que afonte alternativa está se tornando uma oportunidade de negócio cada vez mais atraente. “Começa a parecer insensato colocar capital financeiro em setores velhos da Europa”, disse ele.

Becker acrescentou esperar um mercado mais concentrado em 2015, com o crescimento focado em poucos países e mercados no leste e sul europeus, que continuam penando como consequência de “mudanças erráticas” de políticas, informa a Bloomberg.

Fonte: Planeta Sustentável